Pe.Landel

Em 1904, nos Estados Unidos, Landell de Moura conseguiu a patente do telégrafo sem fio, do rádio e do telefone sem fio.

Ele já não é mais o “herói esquecido” do Brasil e o seu nome Roberto Landell de Moura será lembrado para sempre em todos lugares do país, pois foi inscrito neste mês de maio no Livro dos Heróis da Pátria, em Brasília, por força de lei sancionada pela presidenta Dilma Roussef.

Mega cientista brasileiro? Na realidade, um mega cientista da humanidade, um grande  gênio da raça – inventou e fez o rádio (transmissão da voz humana), o telégrafo sem fio, o telefone sem fio. Foi precursor da televisão, das fibras óticas e da teoria da relatividade.

Grande diferença: ele concebia os inventos, como engenheiro montava os aparelhos e como operário os fazia funcionar, em demonstrações públicas. Seu, o primeiro rádio do mundo foi ao ar na Av. Paulista, e foi ouvido no Mirante de Santana, em São Paulo, entre 1893 e 1894.

Foi ele que criou, ainda, em 1924, a máquina de eletrografia, que fotografa o halo luminescente da vida, lançando o princípio da ressonância magnética. Previu os satélites de comunicação e instalou em Porto Alegre um Laboratório Experimental de Antropologia.

Perguntado por que não ficaria rico com seus inventos, sendo que os três principais obtiveram patentes do United States Patents Office, em 1904, Landell, às vezes chamado de bruxo por ignorantes, respondeu que tudo que fizera pertencia ao Brasil e aos brasileiros.

Padre católico, um dia teve seu laboratório junto à sua paróquia em Campinas, SP, destruído por depredação. Um arcebispo, ao ouvir voz humana saindo de uma caixinha – na outra ponta do telefone sem fio –, teria bradado: “Isso é a caixa do diabo! Retire-se”.

Patrono dos Radio Amadores Brasileiros, que ganharam um busto dele da cidade do Porto, Portugal, o padre cientista também tinha gênio forte. Numa praça uns homens o chamaram de bruxo. Tirou então a batina e partiu para a briga, no braço, maltratando a ignorância.

– Isso não é bruxaria, é tecnologia! – replicava sempre

Cultura fabulosa. Teólogo, engenheiro politécnico, especialista em física, química, biologia, e psicologia e parapsicologia, foi ele quem “apertou os botões das comunicações”, sendo “o pai das telecomunicações”,  do mesmo  modo que Santos Dumont foi o “pai da aviação”.

Galeria de fotos 

Foto de Landell de Moura tirada em 1908, autor desconhecido

Foto de Landell de Moura tirada em 1908, autor desconhecido

Réplica do primeiro transmissor de rádio. Remontada mais de 100 anos depois da invenção e construção, foi testada, e funcionou!

Réplica funcional do rádio, chamado por Landell de Moura de Transmissor de Ondas, construída por Marco Aurelio Cardoso Moura em maio de 2004. A réplica criada pela FEPLAN - Fundação Educacional e Cultural Padre Landell de Moura foi testada, e funcionou!

Réplica funcional do rádio, chamado por Landell de Moura de Transmissor de Ondas, construída por Marco Aurelio Cardoso Moura em maio de 2004. A réplica criada pela FEPLAN – Fundação Educacional e Cultural Padre Landell de Moura foi testada, e funcionou!

Patentes fornecidas pelo governo dos Estados Unidos a três das  maiores invenções de todos os tempos, do brasileiro Roberto Landell de Moura.

 Patente do transmissor de ondas (o rádio)

Carta patente norte-americana para o Transmissor de Ondas, o rádio (Wave Transmitter) de Landell de Moura

Carta patente norte-americana para o Transmissor de Ondas, o rádio (Wave Transmitter) de Landell de Moura

Patente do telégrafo sem fio

Carta patente norte-americana para o Telégrafo em Fio (Wireless Telegraph), de Landell de Moura. 1904.

Carta patente norte-americana para o Telégrafo em Fio (Wireless Telegraph), de Landell de Moura. 1904.

Patente do telefone sem fio

Carta patente americana para o telefone sem fio (Wireless Telephone) de Landell de Moura

Carta patente americana para o telefone sem fio (Wireless Telephone) de Landell de Moura

Fotos do halo luminescente da vida

Esquerda - Pessôa com disturbio emocional - depressão   Direita - A mesma pessôa após tratamento

Esquerda – Pessôa com disturbio emocional – depressão. Direita – A mesma pessôa após tratamento

Fotos do americano Robert Bueltelman, com a técnica Landell/Kirlian, registram o halo luminescente de flores.

Foto do mirante da Avenida Paulista, onde foi feita demonstração pública de irradiação sonora, ouvida no mirante de Santana.

Foto extraída  de um cartão postal da época -  Uma das sacadas do Belvedere, situado onde hoje está o MASP, na Av. Paulista - construída em 1916 e demolida na década de 50 – onde teria sido feita a primeira transmissão de rádio.

Foto extraída de um cartão postal da época – Uma das sacadas do Belvedere, situado onde hoje está o MASP, na Av. Paulista – construída em 1916 e demolida na década de 50 – onde teria sido feita a primeira transmissão de rádio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: